sábado, 18 de fevereiro de 2017

Morando nos EUA: O primeiro dia de aula

Postado por Cadê Minha Coroa? às 12:37
Oi Gente!

Hoje vim saciar a dúvida de muitas pessoas por aí, que vivem me perguntando quais foram os desafios que enfrentei no meu primeiro dia de aula na High School, aqui nos Estados Unidos. Além disso, esse post abre uma série que se chama "Morando nos EUA" (clichê, mas acho fofo) na qual vou contar sobre minhas experiências pessoais aqui (ênfase em PESSOAIS)... Sim, será como um diário. 

Esses primeiros posts da série sairão com um "delay" bem grande, pelo fato de esses episódios terem acontecido há um mês em média, mas garanto a vocês que as experiências foram tão marcantes que me lembro de cada detalhe, então esse tempo todo não fará com que os posts percam veracidade. 

Voltando ao tema do post em si, assim que cheguei aqui tive que ficar um tempo (9 dias) sem ir à escola, por ter toda aquela burocracia de vacinas que eu tinha que tomar, provas para ver o meu nível de inglês e formulários que tive que preencher, para que enfim eu estivesse de fato inclusa no sistema da escola. Dessa maneira, as aulas dos americanos voltaram no dia 3 de janeiro e eu só efetivamente comecei a estudar no dia 12. 


Antes de ter o meu real primeiro dia de aula, no dia 11 de janeiro fiz o que aqui chamam de "shadow" que basicamente fui à escola e passei o dia todo seguindo uma estudante, com o objetivo de eu me familiarizar com o prédio e para que eu entendesse a dinâmica das aulas (que é bem diferente da dinâmica do Brasil). Não há muito o que falar desse dia, apenas que a menina que acompanhei foi super simpática e fez com que eu me sentisse em casa já nesse dia :) 

Não vou mentir que do dia 11 para o dia 12 quase fiquei sem dormir (mentira, eu estava muito ansiosa mas também estava morrendo de sono). Apesar de eu já ter "conhecido" a escola, eu estaria pela primeira vez sozinha naquele prédio gigantesco, tendo que andar por conta entre as aulas, lutar para não me perder e tendo que encontrar pessoas para almoçar ou simplesmente conversar durante as aulas. 

Foi praticamente eu entrar na escola que eu já tinha me perdido. Tentei recordar os passos que tinha dado no dia anterior até o "Guidance Office", onde iria pegar o meu roteiro de aulas, e acho que guiada por Deus, consegui chegar lá. Assim que recebi meu roteiro, vi que minha primeira aula seria o coral (sim, para aqueles que não sabem, eu canto), e isso já me deixou mais tranquila. 

Como se estivesse lendo a minha mente, a moça que me entregou o roteiro perguntou se eu queria que ela me acompanhasse até a sala de música pois, segundo ela, era meio longe. Aceitem sem pensar duas vezes, e lá fomos nós.

A aula foi incrível. A professora foi um doce, assim como todos os alunos que se sentaram perto de mim. Não sei se é o poder que a música tem sobre as pessoas, mas eu não teria como pedir colegas que fossem mais simpáticos ou prestativos (vááários de ofereceram para me levar de uma sala para outra, AMÉM). 

A partir daí, o dia seguiu mais calmo. Como falei, aquelas almas bondosas me ajudaram o dia todo, pois vários deles estavam em algumas outras aulas minhas, o que facilitou muito para que eles pudessem me levar até a minha aula seguinte.

Sei que a curiosidade sobre o almoço é grande, sei que todos querem saber se fiquei sozinha e abandonada como muitos filmes mostram que acontece no primeiro dia de aula... e a resposta é não. Naquele dia tive meu "lunch" (as pessoas do seu lunch mudam a cada dia, sei que é confuso mas futuramente tentarei explicar tudo) com uma das meninas que era tanto do coral quanto da minha aula de biologia. 

O terror que tentam colocar na cabeça das pessoas em relação ao primeiro dia de aula no exterior, pra mim, agora é considerado um mito. Meu primeiro dia de aula não poderia ter sido melhor (acho que só se eu tivesse um senso de direção melhor e para não precisar de tanta ajuda mesmo já tendo passado uma manhã inteira na escola anteriormente) e hoje em dia já me sinto "em casa" naquela escola. Não me deparei com patricinhas que tentaram fazer da minha vida um inferno ou me tranquei no banheiro e chorei, como muitos filmes de Hollywood sugerem que acontece. 

A saudades da minha escola antiga, onde estudei minha vida toda, é bem grande, mas atualmente já consigo chamar a High School daqui de "minha escola" também <3 

2 comentários :

  1. Que legal, Mari!
    Parece que é tão bom...Parece filme, sabia? Meu sonho sair do país e ficar fora por um tempo.
    Aproveita bastante e conta aqui, vou estar de olho pra ver tudo.

    Beijos


    Www.lumartinsblog.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não posso negar que às vezes me pego pensando se isso realmente está acontecendo ou se estou num filme hahahaha <3 fico feliz que tenha gostado!!!
      Beijooos

      Excluir

 

Cadê minha Coroa? Template by Ipietoon Blogger Template | Gadget Review